5 dicas para evitar visitas de emergência ao dentista durante a pandemia

Em meio ao cenário nebuloso em razão do Covid-19 no Brasil e no mundo, a recomendação vem sendo a mesma nas últimas semanas: fique em casa! Para reforçar o combate à transmissão do Coronavírus, atividades rotineiras, como as consultas ao dentista, foram suspensas. A orientação também foi reforçada pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP), que pediu aos dentistas para seguirem os protocolos divulgados pelo Ministério da Saúde.

Ninguém quer ter que sair correndo com as crianças para o médico ou dentista em meio a pandemia, não é mesmo?

Além de cautela e higiene com as mãos e os braços, os dentes também devem ganhar atenção redobrada neste momento. O odontólogo Edmilson Pelarigo, diretor clínico da OrthoDontic, afirma que simples atitudes fazem a diferença na saúde bucal e previnem a necessidade de consultas de emergência neste momento.

Confira a seguir algumas dicas sobre cuidados com a boca e os dentes:

1-Não descuidar do básico

Em um momento em que as pessoas ainda estão lidando com as mudanças e se adaptando à nova rotina, elas podem deixar ou até mesmo esquecer de seguir os cuidados diários e essenciais: a escovação correta, três vezes ao dia, e o uso do fio dental.

2-Alimentar-se corretamente   

Aliada à escovação e ao uso do fio dental, uma dieta saudável e a diminuição do açúcar ajudam também na prevenção a cáries. Quem sofre de retração ou trauma gengival e raiz exposta deve evitar principalmente os alimentos ácidos.

3-Não utilizar remédios caseiros

Não há recomendação para que se faça a utilização de remédios caseiros, principalmente porque eventualmente podem causar problemas ainda maiores. Outra questão é a automedicação. Independentemente do motivo – sintomas de gripe ou dor no dente –, tomar remédios sem orientação profissional não é recomendável.

4-Evitar traumas

Pode parecer óbvio, mas neste momento de tensão e ansiedade em que todos vivemos, é importante cuidar do “apertamento” do maxilar, conhecido também como ranger dos dentes, que pode ocasionar dores e traumas nos canais.

5-Casos de emergência

Uma situação de dor pulsante ou fratura no dente não pode ser deixada para depois. Neste caso, procure por uma clinica ou dentista com ambiente esterilizado e seguro para todos.  

Deixe uma resposta