O QUE OS PAIS PODEM APRENDER COM A SÉRIE “13 REASONS WHY” ?

A série da Netflix mais popular entre os jovens e adolescentes no momento “13 reasons why”, chamou a minha atenção como mãe e acho importante que os pais assistam, pois fala sobre assuntos delicados e importantes recorrentes no ensino médio.

Eu listei algumas coisas que precisamos ficar atentos, mesmo se o seu filho for uma criança como o meu:

1- A família é base de tudo. Não podemos deixar que a escola seja responsável sozinha pela educação de nossos filhos (Você reparou no despreparo do coordenador da escola da série em aconselhar a Hannah?) Escola, família, comunidade e a própria cidade, são educadores e aprendizes. Todos precisam caminhar juntos.

2- Ser presente. Conforme os filhos crescem, acontece um distanciamento natural dos pais, talvez porque já são mais responsáveis, por não precisarem de nossa ajuda para a maioria das tarefas, já saem sozinhos. Além disso, mães e pais chegam cansados do trabalho e para não discutir e perder a amizade do filho acabam sendo permissivos demais, prejudicando a educação e o respeito que o filho deveria adquirir no lar. (Repare nos pais da Hannah preocupados com a falta de dinheiro, com o trabalho, e sem querer, acabam se distanciando da filha, não deixando ela participar e ajudar).

3- Temos que saber ouvir. Em uma conversa podemos descobrir o que o outro está sentindo, e as mudanças de comportamento dos nossos filhos dizem muito. A série toda retrata o grito de socorro da Hannah, porém, ninguém conseguia ouvi-la. E isso acontece a todo momento, em todos os lugares. A conversa é importante sempre!

4- Pense antes de falar! Quando estivermos irritados ou tensos, temos que tomar cuidado para não dizer o que não devemos aos nossos filhos. No primeiro minuto de tensão produzimos nossos maiores erros, o que pode ocasionar transtornos irreparáveis.

5- Bullying. A série fala abertamente sobre o assunto e mostra o que acontece nas escolas bem debaixo do nariz de professores e coordenadores. Temos que orientar nossos filhos para saberem a lidar com isso e ficar atentos se já estão passando por isso. Como? Os sinais podem ser físicos, como marcas roxas, cortes ou danos nos pertences dele, como também dores de cabeça, de estômago e insônia. Também podem ser sociais (ele reluta em convidar amigos ou em ir à escola) e psicológicos (ansiedade, raiva e depressão). Na maior parte dos casos, é uma mistura dos três. Mas a única maneira de ter certeza absoluta é ver com os próprios olhos ou ouvir dele mesmo. Pode acontecer com qualquer criança, mas, segundo especialistas, elas costumam ser mais vulneráveis quando estão vivendo algum tipo de estresse em casa.

6- Internet. No colégio onde se passa a série, e na vida real, várias fotos são compartilhadas que constrangem as pessoas. Acompanhar o que o filho está fazendo nas mídias sociais, monitorar e instruir sobre esse tipo de comportando, fazendo-o se colocar no lugar do outro: “você gostaria que fizessem o mesmo com você ?”.
Alertar que esse tipo de “brincadeira”, “vingança” ou “prazer”, não tem graça e pode causar danos psicológicos e físicos que ninguém é capaz de reverter.

7-Álcool e drogas. Cada vez mais estão presentes entre os adolescentes , e esse é outro assunto que aparece em todos episódios. É importante estudarmos sobre o assunto para ter argumentos e saber como explicar para as crianças ou adolescentes as possíveis consequências do uso de bebidas alcoólicas e drogas. Temos que ser o exemplo e deixar claro que o fato dele não beber não o fará menos descolado ou inferior da turma.

 

 
Sobre a série original Netflix:
“13 Reasons Why” (Os treze porquês) é uma série americana disponível aos assinantes do serviço de streaming Netflix. A série gira em torno de uma estudante que se mata após uma série de agressões sofridas dos colegas no ambiente escolar. Antes de tirar a própria vida, ela grava fitas de cassete explicando para treze pessoas como elas desempenharam um papel na sua morte: os treze motivos.

A série tem classificação indicativa de 16 anos. Menores devem assisti-la acompanhados dos pais ou responsáveis. Caso seu filho esteja assistindo, é essencial que você o acompanhe.

 

Eu estive no coquetel com alguns atores da série no Brasil , aí estão algumas fotos…

 

 

Deixe um comentário