A dentista responde

Quando os dentinhos dos pequenos começam a nascer, nós ficamos com algumas dúvidas. Caso o seu filho ainda tome mamadeira,tenha bruxismo, ou ainda não foi ao dentista, abaixo tem algumas orientações da Prof. Dra Luciana Aily Santos:

1. Com qual idade e situação, devo levar meu filho ao dentista?
Logo que nasce o primeiro dentinho, receber orientação profissional aos pais e acompanhar a vinda dos outros dentes. Retornar a cada 6 meses para contato com o profissional que aos 3 anos irá tranquilamente fazer a aplicação de flúor SEMESTRAL.

2. Se a pasta e a água possuem flúor, preciso ir a um profissional para aplicar flúor tópico? Qual a diferença?
A concentração do flúor no consultório (5%) é bem mais potente que a potência do caseiro (ex : pasta dental a 0,24%).

3. Quais os benefícios do flúor tópico SEMESTRAL?
É comprovado em pesquisa que a resistência do dente aumenta 5 vezes mais, pois o dente que contém hidroxiapatita, se transforma em fluorapatita, muito mais resistente contra a cárie.

4. Qual a chupeta ideal?
Com bico ortodôntico devido a anatomia bucal interna ideal ao palato (céu da boca).

5. O que fazer em caso de bruxismo?
Procurar um profissional de sua confiança, para avaliar o caso específico e indicar o melhor tratamento, seja ele com homeopatia, aparelho ortodôntico e/ou pomada.

6. Mamadeira: até quando e como higienizar após a noturna?
Retirar até 3 anos, pois seu bebê cresceu e aos que mamam durante a noite, caso não dê para escovar, trocar por outra com água, evitando assim a “cárie de mamadeira”.

7. Qual a melhor pasta dental?
Normalmente utilize um sabor que agrade seu filho, em pequena quantidade (grão de arroz) e uma marca mundialmente conhecida para maior controle de qualidade. Após 3 anos de idade, desde que saiba cuspir, já pode ser com flúor!

8. Qual o efeito do antibiótico nos dentes?
Dependendo da quantidade e da frequência de ingestão, pode dar má formação do esmalte do dente (camada externa), a qual pode ser restaurada (dependendo da extensão), pois acumula placa bacteriana, podendo cariar o dente.

9. Dente decíduo cariado. Preciso tratar, se vai cair?
Sim, tratar, pois a troca dos dentes se dá até 12 anos e a cárie passa de um dente para outro, podendo aos 5 ou 6 anos cariar um permanente!

10. Quando mancha branca, amarela ou marrom, o que fazer?
Deve-se procurar saber se é cárie, pré-cárie (hipocalcificação), pigmento externo (os quais deve ser removidos em consultório) e/ou pigmento de sulco.

11. Quando começa e termina a troca de dentes?
Início com 5 ou 6 anos e pode nascer o Primeiro molar Permanente SEM cair NENHUM decíduo e a criança nem percebe e muitas vezes chega a dar canal…

12. Em casos de trauma, o que fazer?
Imediatamente, pegar o dente e colocar em leite, soro fisiológico ou saliva e procurar o dentista urgente!! Radiografar periodicamente e é tratado endodonticamente caso dê abcesso na gengiva (bolinha sobre a região do dente escurecido e/ou fraturado).

Segundo a Dra. Luciana, o acompanhamento ortodôntico não quer dizer que deve ser tratado na hora, mas para acompanhar a fim de intervir no momento certo. O que é aceitável para a idade hoje, daqui 6 meses ou um ano, já pode não ser mais aceitável ou correta oclusão para a idade. A idade ideal para intervir com aparelho, tem a ver com o crescimento infantil hormonal X agilidade no tratamento! Há problemas ósseos, exemplo mordida cruzada, que em 15 dias conseguimos descruzar! Mais barato, melhor para a criança e rápido!

O detalhamento explicativo com fotografia sobre cada tópico, encontra-se à disposição no Facebook DraLuciana Aily.

Vamos tratar dos dentinhos desde cedo!! 🙂

*Bjins*

Deixe uma resposta