A fase dos três anos

Todo mundo fala da terrível fase dos dois anos, sim , eu já escrevi sobre ela aqui também!! E agora me deparo com a fase dos três anos, que para a minha surpresa, é pior que a anterior (no meu caso pelo menos). E pesquisando sobre o assunto, descobri que essa, é meio que parecida com a adolescência (socorro, kkk). Bem intensa!

O que isso quer dizer? Que as crianças de 3 anos começam a dizer “não”, em parte porque querem se sentir aceitas e, em parte para contrariar, ou seja, testar os adultos. Acontece que os pais de hoje são famílias de pais separados, recasados, gays e, finalmente, famílias que desejam dar aos filhos “aquela liberdade e importância que eles não tiveram”. (Anne Lise Scappaticci – colunista Revista Crescer)

Eu levei o Pedrinho ao pediatra e ele me disse que essa é a época que eles se sentem independentes e enfrentam mesmo. Mas o que fazer?! Segundo o Dr. Marco, quando começarem a teimar ou cismar com uma situação, que o melhor a fazer é ignorar, não super valorizar aquilo, se não, só vai piorar.

Já a Lise, diz que o melhor é dar uma resposta para a criança por meio de uma família realmente presente, modelo de “autor-idade” para ela. Caso contrário, ela cresce se sentindo frágil, já que ninguém a enfrenta, todos têm medo dela. A pior coisa que existe é uma criança que sente que os adultos a temem!!

Na verdade, 3 anos é uma idade belíssima de desafios e descobertas e devemos ter paciência! 🙂

*Bjins*

Deixe uma resposta