A IMPORTÂNCIA DA CARNE NA ALIMENTAÇÃO INFANTIL

image

Muito se fala sobre os alimentos mais importantes que compõe o cardápio de uma criança. São diversas dúvidas, entre elas , a importância ou não da carne vermelha nessa fase da vida: “A partir de qual idade? Quais os melhores cortes? A quantidade?”.

Eu nunca fui muito de comer carne vermelha e lembro que na minha gestação o meu organismo pedia, e hoje, o Pedrinho come tranquilamente.

A pediatra e mestre em alimentação infantil, doutora Ilana Holender Rosenhek falou com o blog..

Segundo a médica, a carne tem um papel extremamente importante numa alimentação balanceada. Como fonte de proteína, participa da multiplicação das células, evento essencial para o crescimento da criança. Como fonte de ferro, contribui para a formação das células vermelhas do sangue, prevenindo a anemia.

A deficiência de ferro pode provocar fadiga, palidez e também prejudica a capacidade intelectual e motora. Além do ferro, a carne também é rica em fósforo e zinco, além de vitaminas do complexo B. O zinco tem papel importante no desenvolvimento e prevenção contra doenças.

O conteúdo de gordura varia amplamente, entre 1 e 25%, e o ideal é que sejam consumidas as carnes mais magras no dia a dia.

A carne é um alimento de alta digestibilidade, ou seja 97% das proteínas e 96% das gorduras são absorvidas e bem utilizadas pelo organismo humano.

O ferro proveniente da carne bovina é o que possui melhor aproveitamento pelo organismo.

1) Ferro: fundamental na formação do sangue. A deficiência deste mineral resulta em anemia. Principais fontes: carne vermelha, seguida de frango, peixes e grãos (feijão, lentilha e ervilha).

2) Proteínas de alto valor biológico: essenciais para o crescimento de músculos, órgãos e tecidos em geral, e por isso são tão importantes na fase de crescimento infantil. Os alimentos de origem animal são as principais fontes deste nutriente.

3) Zinco: É componente importantíssimo de muitas reações enzimáticas e participa do crescimento e funcionamento do sistema imunológico. São fontes de zinco: carnes, laticínios e grãos.

Sugestão: TALHO CARNES

Para o público infantil, o Talho costuma sugerir os escalopes de baby Beef, uma excelente opção em sabor e custo. O bife de contra filé também surge como uma ótima opção , pois é extremamente saboroso e, por ser mais resistente, ajuda no desenvolvimento da mastigação e da dentição definitiva dos pequenos.

Para as crianças comerem com as mãos e a mesa ser mais divertida, drumets de frango marinados ao forno, ou até mesmo carré de cordeiro cortados individualmente.

Ótimas dicas, não é!?

*Bjins*

Deixe uma resposta