A verdadeira história do Papai Noel

Pensando nas crianças maiores que começam a duvidar do Papai Noel, procurei esta história para que eles entendam o verdadeiro sentido do Bom Velhinho.

Estudiosos dizem que a figura do bom velhinho foi inspirada num bispo chamado Nicolau, nascido na Turquia em 280 d.C. O bispo, homem de bom coração, costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas.

São Nicolau foi transformado em santo após várias pessoas relatarem milagres atribuídos a ele.

A associação da imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu inicialmente na Alemanha e se espalhou pelo mundo em pouco tempo. Nos Estados Unidos ganhou o nome de Santa Claus, no Brasil de Papai Noel e em Portugal de Pai Natal.

O aspecto de São Nicolau era muito diferente ao que se atribui hoje. Ele era magrinho e alto. A fama que o bom velhinho tem hoje, sempre com um saco de brinquedos nas costas, vêm da fama do santo, que segundo a história, ao ter conhecimento que a filha de um dos seus vizinhos ia se casar, e seu pai não tinha dinheiro para o dote, e São Nicolau decidiu entregar àquele pobre pai um saco com moedas de ouro. Assim o casamento pôde ser celebrado e desde então, a força de trocar presentes durante o Natal ganhou o mundo.

Hoje a figura do Papai Noel está presente na vida das crianças do mundo todo, principalmente durantes as festas natalinas. O velhinho bonachão de barbas brancas e roupa vermelha e branca continua levando presentes para as crianças que foram obedientes e se comportaram bem durante o ano.

Eu e o Pedrinho desejamos a vocês um Natal repleto de união, paz, harmonia e que o verdadeiro espirito da data ilumine todos os lares.

 

Feliz Natal!

Deixe uma resposta