AFINAL, O GLÚTEN FAZ MAL?

IMG_0472

Confesso que eu já estava entrando na onda de achar que o Glúten é um vilão e que o meu filho não deveria exagerar e que eu deveria diminuir para poder emagrecer, mas hoje na aula-show do Senai,  oferecida pela Plataforma digital chamada  “Glúten: Contém Informação” , descobri que o modismo e o oportunismo de algumas mídias, acaba nos levando a acreditar em algo que não é verdade.

A não ser quem sofre da doença celíaca que não pode ingerir nenhum alimento que contenha glúten, o restante está liberado. A função do Glúten é dar mais resistência para as massas e fazer o pão e o bolo crescerem. Ele é uma fonte de proteína vegetal.

Eu e muita gente acha que ele engorda, deixa a barriga inchada ou leva nosso ânimo embora, mas nós podemos ter uma dieta saudável sem abrir mão de comer o que gosta.

Trocar pães, bolos e bolachas por suas versões sem glúten pode se revelar uma escolha errada para quem faz essa opção de olho na balança. Isso porque as farinhas utilizadas no preparo desses alimentos, como a de arroz e a de batata, têm um índice glicêmico (capacidade de elevar o açúcar do sangue) mais elevado. Entre um pão integral e outro de farinha de arroz, fique com a opção integral, porque vai ter índice glicêmico menor.

Para quem quer perder peso, não adianta nada comer bolo, bala, bolacha e chocolate sem glúten. Isso não vai resolver o problema, porque a obesidade está relacionada a outros fatores também, inclusive o valor calórico dos alimentos que ingerimos. Quem acha que está exagerando no consumo de massas deve maneirar no prato, e não simplesmente riscar os carboidratos das refeições.

ÍNDICE GLICÊMICO
Quanto menor o número, menos o alimento eleva o nível de açúcar no sangue
Baguete – 95
Arroz branco – 89
Biscoito de arroz – 82
Pizza – 80
Melancia – 72
Pão branco – 71
Banana – 62
Pão de hambúrguer – 61
Quinua – 53
Pão com grãos integrais – 51
Arroz integral – 50
Suco de laranja sem açúcar – 50
Espaguete branco – 46
Leite integral – 41
Feijão – 40
Maçã – 39
Pera – 38
Cenoura – 35
Fettucini – 32
Lentilha – 29

Fonte: Harvard Medical School

Portanto, a saída para não disparar os níveis de insulina e para evitar a obesidade é ter uma dieta equilibrada, sem exageros à  mesa e moderando o consumo de alimentos que tenham alto índice glicêmico.

Na cozinha do SENAI tivemos a oportunidade de ver o Glúten de perto, a textura dele, como ele é cru, molhado e seco. Muito legal ver tudo isso de perto e conhecer o trabalho maravilhoso que é feito ali com a escola tecnológica de alimentos.

IMG_0473

Colocamos a mão na massa, e se você quer colocar também, na plataforma www.glutenconteminformacao.com.br você encontra algumas receitas.

Massa Semi Doce (para fazer várias receitas)

Ingredientes: Farinha de trigo, sal, açúcar, leite em pó, margarina, melhorador, fermento biológico fresco e água.

IMG_0449

Foi muito legal e informativo. Muito obrigada as meninas tão atenciosas do SENAI 🙂

 Beijinhos e até amanhã !

Deixe uma resposta