Chefs Especiais

Você conhece os Chefs Especiais? São jovens com síndrome de down que fazem da gastronomia sua inclusão social!!

Eu vi de perto este trabalho lindo no evento que contou com a presença do Chefe Carlos Bertolazzi!

image

Os blogueiros e a imprensa puderam vivenciar um pouco deste trabalho pioneiro e inovador para pessoas com síndrome de Down. Eles fizeram Mini hambúrgueres deliciosos pra nós.

image
image

Esses jovens participam de oficinas gratuitas onde um Chefe de cozinha renomado pega os ingredientes e ensina como se executa uma receita. Este projeto dá a oportunidade de desenvolver a autoestima, a coordenação motora, além da possibilidade de aprender a fazer pratos para a família.

Eu conversei com a Cristina Camargo, mãe do Gabriel, um dos chefs especiais.

image
O Gabriel, 28 anos, é estimulado desde os 8 meses e faz terapia há 15 anos. Trabalha na loja centauro do Shopping há seis anos .

“Eu soube que o Gabriel era especial quando ele nasceu. Foi um choque! Toda a minha projeção de mãe desapareceu, mas depois do luto, eu percebei o quanto eu era responsável pelo meu filho, que ele não tinha culpa e que precisava de mim”, conta Cristina.

O Gabriel está no curso há um mês. “Ele viu no facebook e se inscreveu e é o primeiro curso de longa duração que ele faz. Acredito que o projeto dá autonomia e autoestima a ele.

O Instituto existe há oito anos , quando ainda não se falava nisso. Hoje existem vários trabalhos para síndrome de down, mas antes não existia. O primeiro grupo se formou porque uma das mães tinha uma filha especial.

Segundo a criadora do projeto, Simone , a gastronomia transforma , mostra que todos recursos que temos na vida, podem ser transformados em coisas melhores. Existe criatividade,limpeza, regras, enfim, uma experiência de vida além da aula.

image

Um belo exemplo que a Simone deu, foi de uma aluna com leucemia que freqüentava direto o curso, e com a autoestima elevada ela conseguiu progredir e melhorar até chegar a não ter mais a doença.

Muito legal essa iniciativa! Que ainda dá oportunidade aos chefs de serem indicados pelos Chefes convidados, que avaliam os que tem aptidão e são direcionados para empresas .

Para as mães que ficam sem saber como ajudar o filho , este projeto é uma ótima dica , e a mãe do Gabriel diz que o melhor a se fazer, é estar entre iguais, porque conviver com outras mães que possuem filhos com síndrome de down, faz com que você não se sinta solitária.

image

image

image

Para saber mais: Chefesespeciais.com.br

Uma semana produtiva pra gente!!
“Bjins”

Deixe uma resposta