Coach Familiar dá dicas de como curtir as férias escolares da maneira correta

Muitos filhos e pais já estão na contagem regressiva para as férias: não veem a hora de diminuir o ritmo, poder dormir até um pouco mais tarde, não ter tantos compromissos e horários durante o dia. Entretanto, ao pensar nas tão sonhadas férias, abre-se uma questão: como não permitir que os filhos não fiquem somente em frente ao computador, tablet, celular ou videogame? Isso realmente não é uma tarefa fácil, ela exige esforço dos pais.
Segundo Valéria Ribeiro, coach familiar e especialista em psicologia e desenvolvimento humano, “as férias é um bom momento para ter esse tempo e dedicação, para fazer e proporcionar experiências diferentes para os filhos. Dá um pouco de trabalho, mas é sempre prazeroso no final, pois serão essas experiências que irão marcar a vida do filho, assim como marcou a dos pais”.
Considerando que tantos pais vivem dizendo “na minha época tudo era tão diferente, eu brincava e fazia tantas coisas diferentes”: será que todos realmente tem dedicado tempo para realizar atividades com seu filho ou sempre estão ocupados? Eis a questão. Pensando nisso, Valéria dá dicas de como se programar nas férias:
Para crianças:

  • Uma tarde de pintura com os amigos: coloque bastante folhas no chão, coladas com fita adesiva, dê tinta, canetinha, lápis de cor, giz de cera e deixem eles pintarem o papel e a si próprio (lembrem de colocar uma roupa mais velha na criança) e ao final sirva um lanche da tarde.
  • Pegue um plástico grande, encontre um morro com grama e deixe eles escorregarem. Se for possível, coloque água com sabão, ficará ainda mais divertido (eu fiz isso no clube em uma festa de aniversáriode um dos meus filhos)
  • Convide as mães dos amigos, juntamente com os filhos, para um picnic em um parque na cidade, levem bola, jogo de tabuleiro, brinquem de pega pega, queimada e outros jogos.
  • Saia para andar de bicicleta com seu filho, vá explorar algum lugar novo (se imaginem cientistas e exploradores) – brinquem com eles, não tenha medo nem vergonha, deixe sua criança interior também se divertir um pouco.

Para adolescentes: 

  • Programe uma tarde de filme na sua casa. Essa é uma ótima oportunidade para conhecer os amigos de seus filhos. Mas, não vá ficar bisbilhotando toda a hora. Faça pipoca e outras guloseimas.
  • Que tal um campeonato de game na sua casa? Ao invés de cada um ficar no seu quarto de suas casas, reúna-os e joguem juntos, pelo menos, estão tendo interação social.
  • Ir ao cinema assistirem um filme junto também é bem legal, mas lembre-se que seja um filme que seu filho queira assistir.
  • Já pensou em cozinharem juntos? Você pode ensinar a ele como faz o prato favorito dele. Seja light neste momento, aproveite para conversar um pouco, descontraia, brinque. Esses momentos servem para você saber um pouco mais de seu filho, como anda a vida dele.

Tanto para as crianças quanto para os adolescentes, que ficam mais no computador ou videogame, a grande questão é que não seja só isso no período das férias. Valéria aconselha, por fim, que “será bom que os pais tentem colocar o filho para estudar no término das férias de julho, afinal em agosto as aulas retornam e muitas vezes já com provas. É bom estabelecer um tempo de 30 minutos a 1h nas duas últimas semanas de férias, só para começar a esquentar os motores para a volta às aulas”.

Serviço: Valeria Ribeiro

Terapeuta e Coach Familiar, especializada em Terapia Familiar Sistêmica e Fundadora do Filhosofia

Deixe uma resposta