Como cuidar e higienizar bichos de pelúcia

Os bichos de pelúcia são os grandes companheiros das crianças. Eles estão presentes nas brincadeiras do dia a dia, nas decorações dos quartos e, em alguns casos, acompanham os pequenos até na hora de dormir. No entanto, as pelúcias atraem ácaros e fungos. Por isso, alguns cuidados são fundamentais, principalmente no que diz respeito à limpeza, o que ajuda também a evitar doenças respiratórias e alergias.
 

Para higienizar as pelúcias de maneira adequada, João Pedro Lúcio, técnico de Operações da Maria Brasileira, franquias de limpeza, lista algumas dicas. Confira:

Retirando apenas o pó

Quando as pelúcias são usadas apenas para decoração, não há a necessidade de uma limpeza mais pesada. Apenas remover o pó já é o suficiente. Essa limpeza pode ser feita com o auxílio de um aspirador de pó. Neste caso, recomenda-se que seja colocada uma meia-calça no bico do aspirador, para evitar que a pelúcia entre em contato com o pó que já esteja no equipamento ou “sugue” algum detalhe ou os pelos da pelúcia.

Lavagem na máquina de lavar

Antes de colocar na máquina, certifique-se que a pelúcia é feita com materiais que podem ser lavados e que não possui pilhas/baterias em algum compartimento interno. Também observe se não há detalhes delicados que possam ficar presos na máquina ou furos/rasgos em seu enchimento. Após essas verificações, retire a roupinha – se houver, coloque o urso de maneira uniforme dentro da máquina para evitar deformações (também pode colocá-lo dentro de uma fronha ou saco protetor para lavagem de roupas) e ligue em modo de lavagem suave, sempre com água fria e sabão. Após a centrifugação, coloque para secar na posição vertical.

Lavagem à mão

Assim como na lavagem na máquina, retire a roupinha e qualquer tipo de acessório. Em seguida, encha uma bacia com água e sabão e agite para formar uma espuma. Mergulhe a pelúcia na mistura e dê leves apertões para efetuar a limpeza. Se necessário, deixe de molho por 30 minutos e depois enxágue até não sair mais espuma. Para auxiliar na secagem, retire todo o excesso de água com uma toalha bem macia e depois deixe secar em um local bem ventilado. 

Lavagem a seco

Este tipo de lavagem é a mais indicada para os ursinhos que possuem bateria ou pilha. Coloque a pelúcia dentro de uma fronha ou um saco de tecido e acrescente uma colher de sopa de bicarbonato de sódio, ou, se preferir, um pouco de talco para bebê. Amarre o saco/fronha e chacoalhe por aproximadamente 3 minutos. Finalize aspirando ou batendo o excesso de bicarbonato/talco e deixe o brinquedo por algumas horas em local ventilado.

Remoção de ácaros
 

Além da lavagem, o processo de desinfecção das pelúcias é muito importante, já que são um ambiente propício para proliferação de ácaros, devido à fabricação com algodão e fibras. O processo pode ser feito após as lavagens, para potencializar e completar a higienização. Para isso, utilize um pano umedecido com álcool 70% e passe sobre a pelúcia. Outra sugestão é colocar a pelúcia em um saco plástico e deixá-la no freezer por algumas horas. A baixa temperatura acaba com os ácaros, tornando a limpeza ainda mais eficaz. Após esse procedimento, deixe a pelúcia em lugar ventilado, para garantir que não fique nenhum tipo de umidade.

Armazenagem
 

Além do processo de limpeza e higienização, existem alguns cuidados na hora de guardar esses brinquedos. Eles não devem ficar em caixas de madeiras pois, a longo prazo, a madeira pode contrair cupim e corroer também as pelúcias. O ideal é guardá-las em baú de brinquedos, que geralmente possuem tampas que diminuem o contato com a poeira. Vale ressaltar que esse tipo de brinquedo deve ficar em locais secos e arejados, longe de qualquer contato com umidade, para evitar bolor. 

Dica final: antes de iniciar a limpeza, leia as instruções nas etiquetas dos brinquedos, pois alguns podem conter baterias, pilhas ou outros detalhes que demandam cuidados especiais.

Antes de usar qualquer produto, faça um teste em uma área pequena para ver se não irá manchar, para não correr o risco de estragar a pelúcia.

Deixe um comentário