Como se manter focado e otimizar a renda mensal?

Especialista compartilha dicas para organização financeira.

Qual é o gasto diário ou mensal? Essa é a pergunta que a maioria das pessoas têm e muitas vezes a resposta traz um cenário incerto. Organizar as finanças pessoais é o caminho mais eficaz de equilibrar as contas para a organização financeira, mostrando quanto do dinheiro pode ser destinado nas despesas que acabam passando despercebidas.

A coordenadora e professora dos cursos de Administração e Ciências Contábeis da Anhanguera, Máyra Castro, ressalta sobre a organização “É importante destacar que o poder de compra tem ficado cada vez mais reduzido, por isso a ação de comprar precisa ser muito bem pensada. Ao final do mês, aquele dinheiro que antes era suficiente para pagar contas comuns pode surpreender e não ser o bastante”.

Anotar e realizar o controle de gastos do dia a dia e contas fixas tornou-se uma necessidade para os clientes que desejam obter uma vida financeira mais saudável e assim, não ter surpresas no extrato bancário no fim do mês. Como Máyra aponta, essa tarefa “É difícil! Mas é essencial na elaboração do panorama geral de gastos pessoais.”

Confira algumas dicas da Máyra para iniciar a jornada da organização financeira:

1. Anote todos os gastos

2. Utilize uma ferramenta para controle (planilhas e aplicativos)

3. Corte os gastos supérfluos

4. Fuja das compras por impulso

5. Pesquise estabelecimento comerciais e promoções oferecidas

6. Organize para poupar parte da renda

“Esse é o dever de casa de todo consumidor que valoriza o seu dinheiro, pois possibilita uma economia de gastos significativa ao final do mês. São fundamentais a organização e o planejamento das despesas pessoais para alcançar o equilíbrio financeiro. Não é gastando mais que se consegue quitar uma dívida, mas sim, estudando as finanças pessoais e verificando se é possível enxugar os gastos. “

Anotar os gastos, pequenos ou não, permite uma visão mais prática e clara sobre o direcionamento do dinheiro, tornando possível encontrar os caminhos para equilibrar as dívidas e economizar. Educação financeira é um investimento para saúde econômica das famílias e contribui para economia sustentável do país.

Deixe um comentário