DE ZERO Á TRÊS

cartaz

Hoje aconteceu, no Centro Brasileiro Britânico, o evento da Revista de Zero à Três Negócios, justamente para levar informações sobre este mercado infantil de zero á três anos tão crescente e o grande destaque do momento!

Fui lá saber como as marcas estão se preparando para atender essa mãe-consumidora, já que nesta idade quem faz as escolhas para os bebes ainda é a mãe, rs. E existe uma demanda para novos negócios no setor que movimenta R$25 bilhões por ano e , segundo as estimativas do mercado, a previsão é de crescimento estável.

As marcas participantes, Fisher Price, Netfarma, Riachuelo, Tricae, falaram sobre a importância de estar mais próximas das mães, de saber quais são seus desejos e esperanças, saber qual é a experiência que elas querem ter em um estabelecimento.

Para a maioria das mães, a permanência em uma loja vai depender de um conjunto de fatores: o tamanho da loja, o espaço entre uma gondola e outra, se o ar-condicionado é muito forte, se os seus filhos ficaram tranquilos ali,etc. Essas são algumas preocupações antes de escolher onde comprar.

As lojas que investem em uma estação com distrações para as crianças, em colocar uma pessoa para ficar de olho nelas, ter transito livre para os carrinhos, com certeza terá mais procura pelas mães, e o seu tempo de permanência será maior, fazendo ela conseguir comprar tranquilamente.

Já nos casos de lojas virtuais, acho que acaba sendo uma comodidade para quem não quer levar o bebe para a loja. Mas no meu caso, tive uma experiência ruim: com a loja Mega TNT, por exemplo, onde comprei uma fantasia do Homem-Aranha. A demora da entrega passou os 25 dias ditos como máximo, a minha solicitação de cancelamento não foi aceita, enfim, eu fui mais uma consumidora a fazer reclamação no facebook deles. Mas já fiz outras compras como na Dafiti, Tricae, que não me deram problema algum, mas confesso que ainda prefiro ver o produto de perto.

Eu sempre busco lojas que atendam as minhas expectativas. As que eu tiver uma má experiência, não volto nunca mais. E vocês?

Separei algumas informações para vocês terem um ideia do valor deste mercado em evolução:

– Os brinquedos, livros-brinquedos, eletrônicos, produtos licenciados, aplicativos estão entre os que estão crescendo.

– O avanço foi de 5/6 brinquedos por pessoa em 2010 para 7/8 brinquedos em 2015.

– A previsão de crescimento deste setor é de 12% a 15%.

Ou seja, mamães, podemos exigir das marcas mais facilitadores para nossas compras, temos que ter experiências boas para poder retornar, não é mesmo?

Aproveite este espaço que eu como influenciadora por ser mãe blogueira tenho, e passe suas necessidades, porque nós somos porta-vozes. Esse espaço é para você, comente nos post, porque eu levarei até as marcas a sua opinião, sugestão e criticas, beleza? 🙂

Beijinhos!!

Obs: Realizado pelo EP Grupo, o Zero a Três Negócios reuniu todas as plataformas envolvidas com a fabricação e a comercialização de produtos para crianças de 0 a 3 anos de idade.

6 comentários em “DE ZERO Á TRÊS

  1. Muito bom! Realmente esse mercado está crescendo muito e o mais importante são as empresas que estão atentas as essas modificações e acompanhem o crescimento para facilitar as nossas vidas e transmitir uma ótima experiência!
    Ótima palestra!

Deixe uma resposta