Dia da Terra: O que os produtos que você tem dentro de casa dizem sobre o planeta?

No Dia da Terra, selecionamos cinco fatores para levar em consideração na hora de escolher os produtos que entram em sua rotina para garantir um consumo sustentável 

O que te faz escolher uma marca para chamar de “sua”? Qualidade, praticidade e valor são tópicos que pesam na hora de escolher o que colocar no carrinho de compras, mas cada escolha carrega em si impactos positivos ou negativos para o mundo e para o planeta. A diferença entre causar impacto positivo e negativo pode estar em cada escolha e em cada um dos itens que levamos ao caixa. 

A pesquisa “Who Cares, Who Does“, da Kantar, feita em 2020, mostra que 67% dos consumidores têm intenção de comprar de modo ambientalmente responsável. O público está mais exigente tanto com a qualidade dos produtos e serviços quanto com a procedência deles. 

Sustentabilidade, especialmente na esfera ambiental, é uma necessidade urgente e depende de todos nós: empresas, governos e sociedade. Mudar hábitos não é fácil. Mudar sistemas e cadeias inteiras também não é. Mas podemos começar fazendo escolhas mais conscientes no dia a dia, mudando pequenas atitudes para fazer a nossa parte e contribuir com o todo. A mudança está à distância de um clique, de um “enviar para o carrinho”. Em comemoração ao Dia da Terra, selecionamos 5 critérios para levar em consideração no momento de montar a lista de compras, garantindo um consumo responsável. Vamos lá? 

#1 – Propósito da marca vs propósito pessoal 
Se o seu propósito é cuidar do meio ambiente, para um futuro mais seguro e limpo para as próximas gerações, é necessário escolher marcas que sigam o mesmo caminho, os mesmos princípios. É possível ter a casa e as roupas limpas e bem cuidadas, por exemplo, sem prejudicar o Planeta. Por isso, escolha marcas que tenham preocupação com o meio ambiente no centro das suas estratégias de negócios. Pesquise, busque informações, e tome decisões de forma consciente! 

#2 – Escolha produtos com embalagem sustentável 
O plástico tem o seu lugar e este lugar não é o meio ambiente. Por isso, escolha produtos que tragam em sua embalagem materiais que possam ser reutilizados, reciclados e/ou compostáveis. Um exemplo disso são os produtos da marca Sétima Geração – Lançada em 2019, com um portfólio de sabão líquido, limpadores e lava-louças, seus produtos são biodegradáveis e fabricados com 99% de matérias-primas vegetais e nenhum ativo petroquímico. Todas as embalagens são feitas de plástico reciclado e plástico verde proveniente da cana-de-açúcar. 

#3 – Escolha produtos com fórmulas inteligentes 
Grande parte dos consumidores têm hábitos fundamentais para evitar o desperdício de água, como fechar as torneiras enquanto escova os dentes, enquanto ensaboa o corpo ou o cabelo no banho, durante a lavagem da louça etc, mas você sabe quanto de água se utiliza no desenvolvimento dos produtos que consome? É fundamental escolher produtos que proporcionem os benefícios funcionais necessários ao consumidor, enquanto beneficia o planeta. Um exemplo disso é a marca Love Beauty and Planet, que utiliza a tecnologia de enxágue rápido em seus condicionadores, ajudando as pessoas a evitar o desperdício, pois precisam de menos água para funcionar de maneira eficaz. 

#4 – Carbono Zero 
Você sabia que produtos químicos fabricados a partir de combustíveis fósseis representam 12% da demanda global de petróleo, e respondem por mais de 1/3 do crescimento da demanda do mesmo até 2030, e quase 50% até 2050 (Fonte: International Energy Agency)? Por essa razão, a indústria deve, urgentemente, acabar com a dependência dos combustíveis fósseis, inclusive como matéria-prima nos produtos. OMO, por exemplo, marca presente em 8 de cada 10 lares brasileiros, está em processo de transição para ingredientes biodegradáveis, reduzindo as emissões de carbono de seu processo produtivo, além de reduzir o plástico de suas embalagens. Com OMO para Diluir, por exemplo, a marca entrega uma fórmula 6X mais concentrada, ativo biodegradável e embalagens com 72% menos plástico na comparação com o Omo Líquido 3L, por exemplo. 

#5 – Marcas que pensam a longo prazo  Por último, mas não menos importante, os consumidores devem apostar em empresas e marcas com compromissos ambientais a curto, médio e longo prazo, para que mudanças consistentes e estruturais possam ocorrer.

Vamos juntos tomar decisões de consumo mais responsáveis, tornando a sustentabilidade algo comum nas nossas vidas e carrinhos de compras? 

Deixe um comentário