Dia do escritor: 4 atividades para incentivar crianças a se interessarem pela leitura

Especialista em programas educacionais aponta como aproveitar as férias escolares e ajudar os pais a aumentar o interesse das crianças pela escrita e leitura
 

Hoje é comemorado o Dia Nacional do Escritor. A data homenageia grandes nomes da literatura e reforça a importância da escrita em nossas vidas, principalmente para as crianças. A prática de escrever e ler na educação infantil é essencial e precisa ser incentivada desde a infância pelas famílias e escolas. Esse estímulo ajuda na boa formação de um indivíduo, no protagonismo infantil, na criatividade, na imaginação e, além disso, no desenvolvimento de diversas habilidades especiais. 

Pensando nisso, Pedro Gigante, co-fundador do SuperAutor, programa pedagógico que transforma crianças em autores de livros infantis, separou quatro atividades escolares incríveis que podem ser aplicadas dentro e fora da escola, ajudando os responsáveis a promover o hábito da escrita e leitura na vida das crianças, confira:
 

Crie revistas em quadrinhos – Hoje em dia as crianças estão tão imersas no mundo da tecnologia, que muitas nem sabem o que é uma revista em quadrinhos. Por esse motivo, as velhas histórias desenhadas se tornam grandes novidades para os alunos em sala de aula. 
 

A possibilidade de escrever e desenhar ao mesmo tempo torna muito mais dinâmica e divertida a criação de textos autorais. Por isso, pais e professores podem apresentar as histórias em quadrinhos mais famosas e mostrar aos alunos como funciona a dinâmica. Em seguida, é interessante que ele imprima folhas já com o layout em forma de quadrinhos para que os alunos escrevam. 
 

Incentive a “escrita criativa” escrevendo cartas – Uma prática muito legal, mas deixada de lado hoje em dia, é a escrita de cartas. Escrever recados e declarações em cartas e bilhetes é uma boa forma de tornar a escrita mais criativa e livre para as crianças. Além disso, os responsáveis podem propor que os alunos entrem no mundo da imaginação e escrevam cartas para seus personagens preferidos, personalidades públicas e figuras importantes dos livros de história. Assim, os alunos poderão soltar a criatividade e escrever de forma muito mais autoral e divertida.
 

Leitura incompleta – As atividades com desafios são as preferidas das crianças, pois elas são muito competitivas e obstinadas quando são motivadas a superar alguma dificuldade. Portanto, uma boa forma de atrelar a escrita e leitura com o desafio é promover a experiência de completar as palavras. 
 

O professor ou familiar pode criar uma atividade de reconhecimento das palavras ao decorrer do texto, colocando espaços incompletos para que as crianças possam escrever. Assim, além de trabalhar o reconhecimento das letras, as crianças aumentam o repertório de palavras e testam o que sabem sobre a gramática de cada uma delas. 
 

Escrever o próprio livro – Um caminho para incentivar o interesse pela leitura é transformar as crianças em autoras de suas próprias histórias, escrevendo seus próprios livrinhos.  
 

O SuperAutor oferece essa atividade em sua plataforma digital. As crianças escrevem, ilustram suas histórias e montam seus livros na plataforma, podendo recebê-los impressos. Além de ajudar na alfabetização e no letramento, o programa incentiva o protagonismo e a autoestima das crianças e possibilita aos familiares participarem da atividade. 


Deixe um comentário