Estado civil: mãe solteira

minha família

Prometi que voltaria a este assunto ‘Mãe Solteira’ e aqui está! Desta vez peguei algumas dicas de como se virar nesta jornada dupla no site mulher.net. Mas antes, palmas á todas as mamães que se esforçam por seus filhos, mesmo as que estão casadas. Porque como diz uma amiga: “Tem marido que é tão ausente, que a esposa cria sozinha o seu filho”. Né? Mas tem gente que não passa por isso, então, um ‘viva’ para quem tem um grande companheiro para todas as horas 😉

Aí vão as dicas:

1. Cuide de você

Parece simples, mas é fácil se esquecer disso em meio a tantos afazeres e sem alguém com quem substitua você em algumas funções. Nos primeiros meses, priorize o seu bem-estar e o do bebê, fazendo escolhas.

2. Peça ajuda

Aceite ajuda das pessoas que se ofereçam, não tenha vergonha. Aprenda também a pedir quando precisar. Ser específica no pedido de ajuda: na limpeza, para poder dormir mais um pouco, para comprar fraldas etc. Faça também uma lista de telefones de emergência e deixe à vista. Nunca se sabe quando você ou a babá da vez pode precisar.

3. Volte ao trabalho

Pense desde cedo no plano para quando você voltar ao trabalho, se precisará deixar o filho na creche ou com familiares. Alguns dias podem ser mais difíceis que outros, mas concentre-se nas coisas boas da sua vida e no bebê, deixando que as companhias prazerosas de familiares e de outros casais também influenciem positivamente no crescimento do seu filho.

4. Fale a verdade

Não adianta querer esconder a verdade do filho, mas é bom tocar no assunto com delicadeza e carinho. Não vale a pena passar a mágoa e rancor para o filho. Psicólogos indicam que escolinhas com professores homens podem ajudar na hora de amenizar a falta de uma figura masculina.

5. Encontre outras mães

É importante conhecer outras pessoas na mesma situação em que você e contar com alguém para que vocês tenham apoio mútuo. Redes sociais ou comunidades de mães podem facilitar o processo!

 

 

Muitas celebridades são ou já foram mães solteiras: Sandra Bullock, Giovanna Antonelli, Angelina Jolie, Milene Domingues entre outras, que tiveram que aprender a criar um bebê logo após a separação e conseguir ter lares felizes e estáveis. Mas, tem aquelas que mesmo solteiras, optaram por adotar um filho e criar sozinha… (admiro!)

Conte a sua história, vou adorar saber 🙂

Bjns e até amanhã!!

Deixe uma resposta