Férias do Pedrinho: o que fazer em meio a uma pandemia

Julho é mês de férias e, este ano, ainda vivemos o período atípico ocasionado pela pandemia de covid-19. O isolamento, o distanciamento e as medidas de segurança ainda fazem parte do dia a dia das famílias

Eu considero o Pedrinho privilegiado por estarmos morando no interior de São Paulo e vivermos rodeados pela natureza e a possibilidade de passear em lugares ao ar livre sem se preocupar com aglomeração. E é assim que está sendo as férias do meu filho, com a Natureza se transformando em brincadeiras e diversão. De quebra ele aguça a criatividade e a imaginação, ótimo para o desenvolvimento dele.

Se você não mora perto da Natureza, procure por parques ou praças mais tranquilos na sua cidade e leve as crianças para correr, pular, brincar… Descalça, na grama, brincando com a terra, sorrindo livremente!

Convide-as a observar as características do inverno:

– as árvores no inverno deixam cair suas folhas e frutos, pois vivem somente com o necessário para sua sobrevivência;

– observem as aves e insetos, assim como o céu e o formato das nuvens;

– você sabia que os animais também procuram por alternativas para sobreviver ao frio? Como hibernar. E não são só os ursos que fazem isso: A joaninha e a tartaruga também, Conte isso a elas e quem sabe encontram uma joaninha por aí;

– que tal uma paradinha para comer uma fruta? No inverno, temos banana, carambola, caju, caqui, coco, kiwi, laranja, maçã, mexerica, morango e uva.

Outra opção é criar o próprio brinquedo utilizando a Natureza; com folhas e gravetos é possível criar bonecos, desenhos no chão e muito mais. Basta usar os formatos e a imaginação:

Lembre-se sempre de tomar todos os cuidados necessários que o momento pede ao visitar praças e parques.

Deixe um comentário