GRÁVIDA NO VOLANTE

31969f57d9f6bfda07f05fdd8dbb2043

Eu dirigi durante a minha gestação, mas no final eu dei uma diminuída, porque tinha medo de alguma freada fazer a barriga bater no volante, e também, eu me sentia com menos força para manobrar.  Mas saiba que não há uma recomendação do DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) que estabeleça em qual momento da gravidez a mulher deve deixar o veículo na garagem. Quem deve decidir isso é você junto com o seu obstetra. No entanto, é comum que os especialistas orientem que o mais adequado é dirigir até o oitavo mês.

Segundo levantamento de 2013, feito pela Ford, 88% das mulheres americanas afirmam ter dirigido a gravidez inteira. Apenas 7% pararam no último trimestre.

No evento lúdico da Ford realizado na semana passada para blogueiros, pudemos ver vestimentas que simulam, em situação próxima do real, os efeitos da gravidez, terceira idade, uso de drogas e embriaguez ao dirigir um veículo. Usadas pelos seus especialistas para pesquisar todos os aspectos e diferentes condições de uso ao volante, o objetivo dos trajes é entender as dificuldades e limitações e também conscientizar sobre o perigo mortal de dirigir sob efeito de álcool ou de drogas.

“Queremos que as pessoas possam se colocar no lugar de gestantes e idosos, por exemplo, e entendam como é entrar e sair do carro, dirigir e até sentir a posição do volante”, Matheus Demetrescu, gerente de Engenharia.

_mm_9017

Eu achei muito legal essa iniciativa, porque as pessoas não costumam respeitar as limitações dos outros.

Uma dica para as gestantes é se o seu automóvel tiver volante regulável, coloque-o de modo que fique distante da sua barriga. Se você tem o hábito de usar uma almofada atrás das costas, para aliviar o desconforto da coluna, saiba que essa medida é contraindicada, já que aumenta a aproximação do corpo em relação à direção. E claro: é essencial usar o cinto de segurança de três pontas.

Para evitar o risco de se acidentar, só saia de carro se estiver se sentindo disposta. Evite também fazer trajetos longos. Caso esteja há quatro horas dentro do carro, faça uma parada em um local seguro e saia do automóvel para esticar as pernas. O inchaço, principalmente na fase final da gravidez, dificulta a agilidade da mulher. Caminhe, beba líquido, descanse e retome a rota. 

Confira detalhes do Traje de Empatia da Ford que foi mostrado no evento Ford Design Feeling no link do vídeo.

GRAVIDEZ – https://youtu.be/x-hDnLkfvnI

Permite que qualquer pessoa tenha as mesmas sensações de uma gestante ao volante. O traje adiciona 13 kg ao usuário, reduz os movimentos e o conforto, simulando as limitações físicas durante a gravidez.

  •   Cinto de compressão: Aperta os pulmões;
  •  Bolsa de peso: Simula a cabeça do feto;
  •   Duas bolas de chumbo: Simulam os membros do feto;
  •   Bolsa d’água de 2 litros: Simula a cabeça do feto sobre a bexiga.

Depois do nascimento do bebê, converse com o médico sobre quando poderá voltar a dirigir. Em geral, são necessários de 7 a 10 dias de espera após parto normal e cerca de 14 dias, em casos de cesárea.

Beijinhos e se cuidem!

Deixe uma resposta