Imediatismo

As suas escolhas são feitas de forma consciente? Pois saiba que a mulher da atualidade possui muitas demandas e por querer executar todas rapidamente acaba tento pouca habilidade para atender a tudo. Não existe mulher perfeita, essa é a primeira coisa que temos que ter em mente.

tylenol

Foi em uma roda de conversas com a Coach de vida Ana Raia, a psicóloga Rosely Sayão e o pediatra Dr. Hany Simon, promovido pela Tylenol e mediado por Fernanda Rodrigues, que iniciamos a discussão deste tema: o Imediatismo.

Inicio
Durante a gestação o bebê está protegido e ao nascer sente um desconforto. Ao chorar a mãe chega e dá de mamar. A partir dai, ele se sente atendido e passa agir desta forma. Aos poucos a realidade da espera é introduzida e o imediatismo vai mudando.

Mulher
A maioria das mulheres compra a ideia de que pode fazer tudo e ser perfeita, mas não é possível. Com isso, surge o grande inimigo do imediatismo: a ansiedade!

Essa vontade de querer fazer tudo ao mesmo tempo, impede dela estar presente em cada situação. Resultado: mente acelerada , lotada de informações e sofrimento por não conseguir executar tudo.

Por exemplo, a mulher que trabalha se culpa por não estar com o filho, e quem não trabalha se culpa por não estar trabalhando.

Filho
O imediatismo é impactado nas crianças, que acham que precisam fazer tudo ao mesmo tempo também, ela reproduz o comportamento dos pais. E um detalhe importante é que o fator tecnologia favorece ao imediatismo, onde a criança tem uma alienação da realidade.

Consequências
As consequências são a longo prazo, mas existem. Formação e educação infantilizada; estilo de vida a curto prazo; objetivos rápidos; abre mão dos sonhos; não encontra satisfação; perde a visão a longo prazo.

O que fazer?
Refletir e se permitir a pensar a longo prazo, encontrar o que realmente é importante na sua vida. Saber ter paciência de conquistar. Começar uma história e não terminar.

A mãe tem que se cobrar menos! Se aceitar, investir no autoconhecimento, priorizar, saber o que é importante e não ser refém das solicitações imediatas.

Percebi enquanto eu anotava estas informações, como eu sou imediatista, e já perdi algumas oportunidades por conta disso, porque o difícil da escolha é saber que terei que renunciar a outras coisas.

Por isso, desde já, tenha em mente que dar ao seu filho muitas opções de escolhas na hora da refeição, brinquedos , roupas, enfim, gera um sofrimento. Justamente porque eles não querem abrir mão do restante.

Beijinhos e até amanhã!

Deixe uma resposta