INCENTIVO EM CASA ACELERA APRENDIZADO DE IDIOMAS

f1441711b205ac2edfd58de5b21934b7

O Pedrinho, 5 anos, tem aula de inglês na escola uma vez por semana e ás vezes traz CDs  com músicas e histórias para ouvir em casa, mas confesso que muitas vezes eu esquecia de colocar para ele ouvir, só que percebi como é pouco o contato que ele tem com o idioma na escola, por isso, entendi a importância do meu papel em casa.

A minha preocupação é como ajudar. “Muitos pais acreditam que não podem contribuir, ora porque desconhecem o conteúdo, ora por se sentirem inseguros, e isso é um mito. O apoio e a interação são sim necessários, porém não exige conhecimento profundo da família. Basta criar o hábito de indagar aos filhos quais palavras e expressões aprenderam na aula. Outra dica é arriscar expressões simples no novo idioma, a família toda vai se divertir”, incentiva.
Escolher músicas em inglês que despertem a atenção da criança também é uma forma de auxiliá-la. “Até os quatro anos de idade, as crianças não têm resistência a novas palavras, por isso, ouvir música, ver filme ou desenho em inglês fará com que ela, sem dificuldade, ganhe vocabulário”, orienta.

Vale ressaltar que o aprendizado de uma língua estrangeira precisa ser agradável e possibilitar, principalmente, o desenvolvimento da linguagem oral. “Os pais devem valorizar o conhecimento da criança e incentivá-la a falar em inglês em algumas situações, porém sem cobranças excessivas, as quais podem fazer com que o filho perca o interesse no idioma. Sendo bem utilizadas, as estratégias aceleram o aprendizado”, explica Valéria.

A educadora também aconselha que, independentemente do idioma estudado, os pais conheçam a proposta pedagógica do curso, que deve respeitar a faixa etária e o nível do idioma da criança, juntamente com a experiência dos profissionais envolvidos.

Importante: Os pais matriculam cada vez mais cedo as crianças em escolas especializadas. “A idade média inicial é de seis anos, fase inclusive em que ocorre a alfabetização na língua materna. Como o aluno ainda não sabe a função que o inglês terá em sua vida no futuro, ele ainda não está sujeito à pressão da obrigação e aprende o conteúdo naturalmente”, avalia Valéria Castiglioni, educadora e diretora da Cultura Inglesa Jundiaí.

O inglês é muito importante para o futuro profissional das crianças.  Vamos incentivar e ajudar ! 🙂

Beijinhos

Deixe uma resposta