Leitura que diverte e promove valores para a cidadania

No dia 13 de maio comemora-se a Abolição da Escravatura no Brasil. A escravidão foi oficialmente extinta nesse dia por meio da Lei Áurea, assinado pela princesa Isabel, em 1888.

E o blog comemora essa data com indicação de três livros que abordam essas temáticas de forma lúdica para crianças de diferentes faixas etárias. Ao mesmo tempo em que divertem, promovem a formação de valores para a cidadania, como pluralidade cultural, ética e respeito às diferenças.

Espia só:

image

Para crianças menores, a partir de sete anos, a indicação é Manuela (32 páginas, R$ 27,50), escrito e ilustrado por Regina Rennó e integrante da Coleção Atitude, que tem como objetivo fazer com que os leitores percebam que seu modo de agir interfere no dos outros. O livro conta a história de Manuela, uma menina que foi adotada muito pequena e, aos poucos, foi se dando conta que a cor de sua pele é diferente da de seus pais. A partir daí, de forma poética, a autora levanta questões importantes à família, ressaltando o respeito como fundamento essencial dessas relações.

Já a história de Pretinho, meu boneco querido (40 páginas, R$ 34,90), de Maria Cristina Furtado, com ilustrações de Ellen Pestili, começa no aniversário de oito anos de Nininha, que ganha um boneco negro como ela. Logo que chega, Pretinho tem de lidar com o ciúme e com o preconceito dos demais bonecos, que não o aceitam pelo fato de ele ser negro. Com novo projeto gráfico e novas ilustrações, essa comovente história ajuda a discutir o preconceito racial e faz refletir sobre como são infundadas todas as formas de discriminação. Indicado para crianças a partir dos 8 anos, o livro vem acompanhado de CD com as músicas que completam a história.

Tem ainda, Uma pequena lição de liberdade (a partir de 11 anos), que relembra alguns dos episódios pouco mencionados nos livros de histórias e mostra o quanto os negros africanos eram oprimidos e, mais ainda, como brigavam e se empenhavam na busca da liberdade perdida. A história ressalta a importância dos quilombos e o exemplo de luta daqueles que viviam refugiados. Autor: Júlio Emílio Braz. Editora Mundo Mirim. ( 72 páginas, R$ 29,90).

image

Legal né?! Vamos incentivar esses valores para nossos filhos!
*Bjins*

Um comentário em “Leitura que diverte e promove valores para a cidadania

Deixe uma resposta