Livro aborda de forma inédita no Brasil o tema da ‘maternidade independente’

Autora faz um mergulho profundo e biográfico, e defende que ser mãe independente com a ajuda da coragem, ciência e tecnologia não é um objetivo de vida, mas uma opção de exercer o direito à maternidade de um jeito não convencional

O assunto ainda é bastante novo no Brasil, a começar pela pouca legislação, cheia de lacunas, e por uma bibliografia praticamente inexistente. Mas a sociedade sai na frente, e de uns anos para cá mais e mais mulheres brasileiras têm procurado clínicas de reprodução assistida de todo o país com uma decisão tomada: ser mãe solo, ou independente, utilizando o sêmen de um doador de um banco especializado. Uma dessas mulheres, a consultora especializada em marketing Bettina Boklis, foi além da opção pessoal corajosa e resolveu relatar a experiência em um livro, com o título “Maternidade independente – Um jeito diferente de formar uma família”, que acaba de ser lançado pela Editora Jaguatirica.

A proposta é ajudar outras mulheres que queiram seguir o mesmo caminho, inclusive com depoimentos íntimos da autora e de outras mães independentes, além de vários especialistas, abordando os aspectos psicológicos, médicos, científicos, econômicos, legais e sociais que envolvem essa aventura. Mas o livro também é voltado para homens, profissionais da área de saúde e interessados em geral nas tendências do comportamento humano que estejam curiosos em conhecer mais a fundo um fenômeno que ocorre no mundo todo.

“Com uma mistura de coragem e fé, gerei uma filha, o amor da minha vida, a Catharina, por meio de reprodução assistida e com ajuda de material genético de um doador anônimo. Essa é a história de como me tornei uma mãe independente por opção, sem um parceiro, sem um pai para ajudar a criar a minha filha. O mais interessante, relembrando o passado, é constatar que a intuição foi minha grande guia”, escreve Bettina.

Catharina tem hoje sete anos e a autora relata, além da experiência muito difícil de tomar a decisão de formar uma família diferente, tudo aquilo que vem depois, ou seja, como educar, como lidar com a escola, a comunidade composta principalmente de famílias no formato tradicional e, mais que tudo, como responder à ansiada pergunta: “mamãe, quem é o meu papai?”.

Por pretender ser também um guia, o livro traz ainda muita informação sobre o passo a passo para se tornar uma mãe independente, dá dicas sobre congelamento de óvulos, finanças, tutoria e demais medidas práticas a serem tomadas, conta a história da evolução da medicina na área reprodutiva desde o primeiro “bebê de proveta”, mostra como funciona por dentro um banco de sêmen e orienta na escolha do doador. Enfim, a obra contribui, com um foco bem original, para um debate bastante aceso hoje em dia que envolve o empoderamento feminino. “O objetivo é jogar luz a um tema ainda pouco explorado e, ao mesmo tempo, levar esperança às mulheres que ainda sonham em ser mães”, diz Bettina.

Serviço:

Título: Maternidade independente: Um jeito diferente de formar uma família – Um guia com informações, insights e depoimentos para mulheres solteiras que estão cogitando ou escolheram ser “mães independentes

Autora: Bettina Boklis

ISBN 9786586324358

160 páginas

Livro físico, preço: R$ 55,90

E-book, preço: R$ 19,90

Disponíveis no site editorajaguatirica.com.br, Amazon, Google Play Livros, Apple iBooks Store, Kobo, Storytel, Livraria Travessa e Livraria Cultura

Preço promocional / livro físico: R$ 45,00 com frete grátis e estoque limitado, no site maternidadeindependente.com.br

Deixe um comentário