MÃE, VOCÊ NÃO CHORA?

Quando eu me tornei mãe, passei a engolir o choro! E isso fez com que o Pedrinho me perguntasse se eu nunca choro, rs, talvez eu não quisesse que ele me visse frágil. Mas, quando fui perguntada, não podia mentir, e o meu filhinho precisa saber que os adultos também choram e tem fraquezas!

“Filhinho, eu chorei quando você nasceu, pois existe choro de emoção e alegria! Chorei enquanto amamentava, porque o meu peito doía muito no inicio, até que a dor sumiu. Eu chorei junto com você ao te ver sentir cólicas, quando você levou o primeiro tombo, quando fomos pela primeira vez ao pronto-socorro, quando você tomou a primeira vacina; chorei quando você não queria entrar na escolinha, quando não queria que eu fosse trabalhar, quando cantou pra mim no dia das mães, quando fez a sua primeira formatura; chorei e ainda vou chorar muito, porque as lágrimas são um desabafo. Faz parte da vida!”

Contei a ele que o pai dele chora também, assim, ajuda a diminuir o pensamento machista de que o pranto é coisa de mulher..

Essa foi a minha resposta pra ele , e o que eu recebi do meu filhinho de 6 anos em troca?  Foi um abraço forte e carinhoso! Desta vez, sem choro, rsrs, só com uma imensa alegria por ter chorado tantas vezes , e nenhuma delas ter sido por nada grave (amém!).

 

Beijinhos e um linda semana !

Deixe uma resposta