Mamãe, porque as pessoas não podem andar peladas na rua?

O Pedrinho está numa fase curiosa, e me pergunta de tudo, principalmente no carro a caminho da escola. Em um percurso que dura uns 20 minutos mais ou menos, eu fico doida com tantas perguntas, kkk Uma delas foi a respeito das pessoas nas ruas.

Após ele ver um homem dormindo na calçada descalço, me disse que gostaria de andar descalço na rua também, e emendou na pergunta: “Por que as pessoas não podem andar peladas na rua como os índios?”.

Com esta pergunta percebemos o quanto as crianças acham natural o nu, e me preocupo com isso. Já que vemos tantos alertas a respeito da pedofilia.

Por volta dos dois anos, os meninos começam a perceber que o nosso corpo é diferente do dele. Nessa hora, vale aproveitar a curiosidade da criança para explicar a diferença entre homens e mulheres. “Seja objetivo e responda apenas à pergunta que ela fizer, sem entrar em outros assuntos”, diz a psicóloga Harumi Kaihami, do Ambulatório de Pediatria Social do Hospital Sírio Libanês (SP).

Saber que existem diferenças entre meninos e meninas, entre os corpos das crianças e dos adultos e saber estabelecer os limites sobre o que são partes íntimas, que partes não devem ser tocadas por outras crianças ou adultos que não sejam responsáveis pela sua higiene e cuidados diários, são conhecimentos não só saudáveis, mas protetivos no que se refere à prevenção da violência sexual.

Quanto às obras audiovisuais, programas de tv, jogos, a própria classificação etária estabelece que cenas de sexo e nudez abaixo dos 10 anos só são permitidas se tiverem um contexto “educativo ou informativo”, por exemplo.

Isso nos leva a pensar sobre a recente exposição do MAM, na qual uma criança, sob supervisão da sua mãe, foi filmada interagindo com um homem nu em uma performance de nu artístico. Embora o MAM sinalize aos visitantes qualquer tema sensível à restrição de público e ter emitido nota oficial de que, nessa situação, a sala estava devidamente sinalizada sobre o teor da apresentação, será que a faixa etária da criança permite que ela compreenda o contexto da nudez e saiba diferenciar essa situação de outras que podem envolver nudez em um contexto de abuso? 

Segundo a Caroline Arcari, escritora e especialista em Educação Sexual, as crianças e adolescentes que têm educação sexual, na escola e em casa, estão seis vezes mais protegidas contra a violência sexual.

Então, vamos a minha resposta ao Pedrinho, tentando orientar sobre as pessoas não andarem nuas pela rua:

 

Filhinho, nós vestimos roupas na frente de outras pessoas e sempre que saímos de casa, e esta é uma forma de nos proteger de doenças e também para que outras pessoas não nos toquem, já que podem nos machucar, então fica tudo guardadinho”.

Mas por quê?”, ele perguntou de novo (é claro kk).

Tirar a roupa não é um hábito feio ou vergonhoso, mas isso tem hora e lugar certo para ser feito”, expliquei mais uma vez.

E ele ficou pensativo kkk 

 

Não basta ser mãe, tem que ser psicóloga kkk Em pensar que quase fiz faculdade em psicologia. Era minha segunda opção.

E por aí, como andam os questionamentos? Rsrs

Beijinhos e até amanhã.

Deixe uma resposta