No mês das crianças, Canal Futura exibe produções sobre educação e infância

Uma minissérie e um documentário, produzidos pelo Centro Marista de Defesa da Infância, que abordam o direito ao brincar e a ressignificação do ambiente escolar serão exibidos pelo canal

Duas produções do Centro Marista de Defesa da Infância entram para a grade de programação do Canal Futura em outubro: a minissérie Brincadiquê? e o documentário Territoriar. Tratam-se de obras que têm como público-alvo famílias, educadores, além de outros profissionais do Sistema de Garantia de Direitos e promovem discussões a respeito do direito ao brincar na infância e do ambiente educativo como promotor de aprendizagens.

A minissérie Brincadiquê deriva de um projeto homônimo criado pelo Centro de Defesa para qualificar a formação de educadores e diferentes profissionais da educação quanto a um direito básico, necessário e extremamente importante, por vezes, esquecido: o direito ao brincar na infância. Dividida em cinco capítulos, a minissérie traz depoimentos de profissionais multidisciplinares que defendem o brincar como elemento imprescindível para o desenvolvimento integral infantil. Brincadiquê estreia no Canal Futura na quinta-feira (3), às 16h10. Os episódios serão exibidos semanalmente, sempre às quintas-feiras, neste mesmo horário.

Ambientes educativos também inspiram novas aprendizagens. É nessa ideia que se sustenta o Projeto Territoriar e o documentário de mesmo nome, previsto para estrear no Canal Futura no dia 18 de outubro, sexta-feira, às 22h30. Durante pouco mais de 30 minutos somos provocados a refletir acerca da qualidade e permanência escolar na educação pública brasileira a partir de entrevistas e relatos de múltiplos profissionais, como assistentes sociais, pedagogos, arquitetos, educadores e historiadores.

O Canal Futura está disponível apenas na TV paga pelos canais 35 (Oi TV), 534 HD e 34 (NET e Claro TV), 434 HD e 34 (SKY TV) e 68 HD e 24 (Vivo TV). Além disso, todos os conteúdos ao vivo e on demand podem ser acessados também pelo FuturaPlay

Sobre o Centro Marista de Defesa da Infância  

Criado em 2010, o Centro Marista de Defesa da Infância, vinculado à Rede Marista de Solidariedade (RMS), atua na defesa dos direitos de crianças e adolescentes, por meio do fortalecimento do Sistema de Garantia de Direitos. Integram o portfólio da instituição o CADÊ Paraná (plataforma virtual que reúne dados e informes periódicos temáticos sobre crianças e adolescentes), os projetos Territoriar e Brincadiquê? Pelo Direito ao Brincar, e a campanha nacional sobre a autodefesa de crianças contra enfrentamento à violência sexual, Defenda-se!. A instituição também desenvolve análises sobre o orçamento público do Paraná e promove ações de incidência política em articulação com governos, redes, fóruns, comissões e conselhos de Direito.  

Deixe uma resposta