O PEDRINHO FICOU BANGUELA

13697129_1062256217196755_287013418705761828_n

Caiu o primeiro dente do Pedrinho (justamente o primeiro a nascer quando ele era bebê). Ele estava ansioso e com medo desse momento, porque achava que doeria.  Talvez porque o seu primo teve que arrancar e ele ficou sabendo.

Mas foi simples e sem sangue. Enquanto ele comia e achava que estava comendo milho, o dente caiu rsrs . Depois, ele quis escovar o dentinho para colocar embaixo do travesseiro para a “Fada do Dente” pegar, e falou para eu deixar a janela do quarto um pouco aberta para a fada conseguir entrar.

Que momento mágico curtir essa fantasia com ele ! Meu filhinho ficou na expectativa … De manhã, o dente não estava mais lá, e no lugar , um presente por ele ter sido corajoso!

Mas o que devemos fazer quando o dente está mole?

Os dentistas dizem que por volta dos cinco e sete anos de idade os primeiros dentinhos das crianças começam a cair. Os primeiros são os incisivos inferiores, os dentes de baixo, como o Pedrinho com cinco anos e a sua primeira “janelinha”. Isso acontece porque os dentes permanentes absorvem o cálcio existente nas raízes do dente de leite. E quando esses dentinhos perdem sua raiz, ficam moles e caem.

A escovação deve ser feita normalmente, só com mais cuidado para não machucar o dente e a gengiva.

Segundo a Dra. Silvia Chedid , o natural é deixar o dente ficar bem mole até cair sozinho.

Caso o dente esteja difícil de cair naturalmente o dentista deve ser procurado para fazer a correta remoção, pois se este dente permanecer mais tempo que o necessário pode atrapalhar a erupção do permanente e causar problemas ortodônticos.

Se sair muito sangue na hora que o dente cair, basta estancar o sangramento comprimindo a área com gaze ou algodão molhado com água fria filtrada.

O que não fazer quando o dente está mole?

  • Palito de dentes, cabo de escova, talheres…Todos esses objetos na mão das crianças se tornam verdadeiros instrumentos odontológicos! Mas antes de deixar o seu filho cutucar o dente, preste atenção na assepsia desses objetos para não causar uma infecção na gengiva e não machucar a boca.
  • Toda criança conhece ou já colocou em prática amarrar um fio dental no dente mole e prender na maçaneta da porta e bater. Além de ser um método pouco ortodoxo e muito traumático, a raiz do dente pode quebrar e provocar dor. Fora que vai deixar a criança com medo de arrancar outros dentes!

th

A Fada dos Dentes !

Há uma tradição em Portugal, Brasil, Canadá, em parte do Reino Unido e nos Estados Unidos e em outros países europeus, segundo a qual a “Fada do Dente” viria à noite para trocar o “dente de leite”, colocado sob o travesseiro de uma criança, por uma moeda ou um pequeno presente.

Histórias sobre a Fada do Dente circulam desde o início do século XX, embora ninguém saiba sua origem exata. Todavia, trocar “dentes de leite” por presentes é algo que remonta aos vikings, mais de mil anos atrás.

A outra opção é jogar o dente no telhado e fazer um pedido para ela. Na França, tem a história do ratinho que busca o dente e o leva para a Fada.

O importante é que A fada dos dentes pode ajudar a gente a driblar essa ansiedade dos pequenos!

Beijinhos e até amanhã!

Deixe uma resposta