O que tem no prato do seu filho?

8b0db2855fdbfcb56cf0d43b9f523620

O papo alimentação do filho é praticamente obrigatório nas rodinhas de mães, não é? kkk Eu mesma já participei de vários. Recentemente um amiga comentou que a sua filha de seis anos está com 15kg a mais que o peso ideal (está obesa)

Mas não pense que existem poucas crianças no Brasil assim, que isso é coisa das famílias americanas que só comem hambúrguer, já foi a época, agora os brasileirinhos estão com problemas na alimentação também. E sabe por que?

Segundo a Profa. Dra Sonia Tucunduva, as frutas, legumes e verduras são ferramentas no auxilio ao controle da obesidade. E um dos grande inimigos da atualidade é a pressa na rotina das famílias.

O que pode-se fazer:

– encorajar: realizar jantares saudáveis em casa com amigos;
– citar a relação do bom desempenho escolar com o consumos de alimentos saudáveis;
– escola: intervenção e orientação;
– bons hábitos em casa;
– apresentar os alimentos, ter em casa, e estar disponível (á vista)

Você sabia que o aumento de 100g no consumo de frutas por dia representa a perda de 300g no peso? Essa informação é do Prof. Dr. Dan Waitzberg, que estuda o impacto do consumo de frutas. Ele alerta a orientação ás crianças desde já e que podem influenciar no futuro.

Uma das grandes dúvidas é com relação a quantidade que colocar no prato não é?
O que ajuda muito é entender quando seu filho está satisfeito e não ficar entupindo ele de comida. Observe se o desenvolvimento dele está normal, se está crescendo, isso já é um sinal de que está se alimentando certinho.

As crianças que ficam nas escolas por período integral podem ter consumo alimentar inadequado e vale a pena ficar de olho no cardápio sempre. Eu sou exemplo disso. Na escola do Pedrinho o cardápio é seguido por uma nutricionista e eu sempre fiquei tranquila, mas conforme ele foi crescendo, elas mudaram o cardápio.

Só que eu estava tão segura que deixei de acompanhar, até o dia que fizemos uma bateria geral de exames de sangue nele, a pedido do Pediatra  (somente rotina), e tive a surpresa:  o triglicérides dele estava um pouco acima. Como assim? Fiquei pasma, pois ele come muitas frutas em casa, pão integral, suco, salada etc. Foi aí que eu descobri que os dois lanches que ele faz na escola (manhã e tarde) haviam mudado para pão de queijo, bolo, bisnaguinha, polvilho.. Fiquei muito brava, e claro, passei enviar lancheira com frutas , lanche integral, suco integral, etc. Enfim, sempre alerta !

Nada de exageros claro, mas como a maioria das nutricionistas dizem: Não existe alimento bom ou ruim, existe equilíbrio em tudo! Desta forma evitamos crianças obesas 🙂

Espero ter ajudado. Mande suas dúvidas !

Beijinhos

Deixe uma resposta