O SAMBA FAZ 100 anos: ensine essa história para os filhos

Que tal aproveitar o carnaval para ensinar algo ás crianças ?Samba de roda. Samba enredo. Samba canção. Samba jazz. São muitas variações num só estilo musical! Certamente você já deve ter escutado algum desses ou outros subgêneros, mas sabe exatamente como tudo começou? Em janeiro de 1917, no Rio de Janeiro, surgia Pelo Telefone, o primeiro samba gravado no Brasil, composto por vários músicos como João da Baiana, Pixinguinha, Sinhô e Donga, considerados por muitos sambistas como os grandes mestres do gênero.

Antes, o ritmo já embalava a cultura popular dos afrodescendentes no país, pois fora proveniente de um tipo de dança trazida por escravos africanos. De 100 anos para cá, o estilo que foi matéria-prima da bossa nova se popularizou e hoje faz a alegria do brasileiro na principal manifestação cultural do país – o Carnaval. Reunindo multidões em bailes, desfiles, festejos e blocos de ruas, a principal manifestação cultural do Brasil tem como base musical o samba, que embala essa grande festa.

Hoje, poucas crianças e adolescentes brasileiros sabem dessa história e têm pouco contato com a nossa música. Por isso, os jornalistas Carla Gullo e Camilo Vannuchi e a cantora e historiadora Rita Gullo resolveram mudar esse quadro e contar o legado da música brasileira de uma maneira simples, divertida e fácil de entender. Assim nasceu a coleçãoRitmos do Brasil, publicada pela Editora Moderna.

O primeiro volume Samba e Bossa Nova conta a história desses ritmos de um jeito lúdico e informativo, ideal para os pais lerem para os filhos e vice-versa, assim como para o uso de professores em sala de aula. Com ilustrações de Carlos Araújo, o título é bastante movimentado e com uma linguagem própria para a o público infantojuvenil, de 9 a 13 anos.

Preço: R$ 44,00

 

Deixe uma resposta