Obstetra esclarece quais exames uma gestante precisa fazer

image

Assim que o teste dá positivo e descobrimos que estamos grávidas, as emoções que tomam conta de nossas mentes são diversas, mas naquele momento já nasce uma mãe, disposta a tudo para proteger seu bebê. O acompanhamento pré-natal é imprescindível para termos certeza de que está tudo bem com os dois e que conseguiremos em alguns meses ter um bebê cheirosinho em nossos braços.

Ao buscarmos um obstetra, devemos ter em mente que aquele será o médico que nos acompanhará por toda a gestação e possivelmente no parto. Por isso a escolha deve ser cuidadosa. Não há médicos melhores do que outros, apenas aqueles que nos fazem sentir bem e seguras. E foi a minha médica que me passou a confiança de fazer o parto normal.

Quais os principais exames?

Para ter certeza de que o bebê está se desenvolvendo corretamente e de que a mamãe está saudável, o obstetra pede para que a gestante realize diversos exames. Os principais são:
• Hemograma completo – detecta anemia e infecções e deve ser realizado mensalmente durante a gestação.
• Glicemia – é realizado após a 26ª semana de gravidez novamente e analisa a intolerância à glicose e diabete.
• Rubéola, hepatite B e C e citomegalovírus – o exame de sorologia avalia se a mulher tem imunidade ao vírus da rubéola e se já foi infectada pelos outros.
• Toxoplasmose – mostra se a gestante já teve alguma infecção causada pelo protozoário que causa a toxoplasmose.
• Urina – revela a presença de infecções urinárias e também a presença de proteína na urina, que pode indicar a pré-eclâmpsia.
• Fezes – identifica a presença de parasitas no intestino.

Além disso, a gestante também pode realizar exames para detectar DST’S (Doenças Sexualmente Transmissíveis) que podem afetar o bebê. Também é comum aferir com assiduidade a pressão arterial materna e buscar auxílio médico sempre que sentir algo diferente.

A importância do pré-natal
Realizar o acompanhamento pré-natal é imprescindível, uma vez que qualquer doença detectada na gestante pode ser tratada e o desenvolvimento do feto e completamente avaliado ainda dentro do útero. Assim é possível prever inúmeros problemas e já iniciar o tratamento para que o parto ocorra da melhor forma possível.
As ultrassonografias são uma parte importante desse processo e além de avaliar o bebê, ainda possibilita que a mamãe escute as batidas de seu coraçãozinho. Com a tecnologia atual, é possível até mesmo obter fotografias 3D do bebê ainda no útero e analisar suas feições. Eu fiz e fiquei emocionada!!

Post Colaborativo por Bed Med

Deixe uma resposta