Pintando com os filhos

Com diferentes ideias é possível reaproveitar acessórios e transformá-los em materiais para pintura

Ao longo da infância as crianças fazem novas descobertas e exploram diferentes cheiros, gostos e sensações, ampliando a percepção de tudo à sua volta. Essas experiências proporcionam contato com um mundo em que novas formas e cores ajudam a narrar suas ideias e pensamentos. A pintura é uma boa sugestão para fazer com que as crianças passem essas narrativas para o papel e desenvolvam suas habilidades, além de aprenderem a lidar com diferentes materiais. ” A experimentação através da arte pode ser considerada e valorizada como parte integrante do cotidiano das crianças, pois constrói conhecimentos e permite compartilhá-los com os outros”, explica a pedagoga da Mercur, Márcia Murillo.

Para os adultos incentivarem os pequenos na pintura existem muitos recursos, tais como: rolos, pinceis e espátulas, mas a ideia é que além desses objetos, outras formas sejam exploradas. “Os adultos podem aproveitar utensílios que têm em casa e que iriam ser descartados para construir novos materiais. É uma forma de reaproveitamento e de ensinar as crianças que com criatividade é possível gerar novas possibilidades”, indica a profissional.

Algumas sugestões da pedagoga são:

– Recortar esponjas em formato triangular e utilizá-las como carimbos;

– Utilizar hastes ou pedaços de algodão como carimbos de bolinhas;

– Usar escovas de dentes velhas como pinceis para fazer variadas formas;

– Passar tintas coloridas em fios de lã ou barbantes e depois colocá-los no papel. (Uma ideia é depois que retirar o fio dobrar o papel ao meio, formando uma imagem abstrata);

– Usar palitos de dente para marcar traços e retas;

– Montar um pincel com um galho e fios de lã, como se fosse uma pequena vassoura.

“Todas essas alternativas são fáceis, divertidas e permitem criar desenhos, pinturas abstratas ou uma mistura de formas”, acrescenta Márcia. Os utensílios e produtos de cozinha também podem ser interessantes, como por exemplo, garfos e colheres de plástico, que se explorados ganham novo significado de uso. Os potes de iogurte podem servir para fazerem os círculos, é só passar tinta ao redor de sua base ou na parte de cima e carimbá-las no papel.

“As crianças podem se divertir com esses instrumentos e esse momento pode proporcionar uma maior interação entre os pais e os filhos. Não é só uma hora de aprendizado, é também uma oportunidade de entretenimento e lazer em família”, finaliza Márcia.

Legal, né?!
*Bjins*

Deixe uma resposta