Por que as crianças mentem?

As crianças mentem, assim como os adultos. Seja para se enturmar, escapar de alguma responsabilidade ou agradar alguém, a mentira está presente em nossas vidas e para os pequenos não é diferente. Apesar de comum, esse comportamento precisa de atenção e cuidado, a infância é uma fase em que as crianças estão descobrindo o mundo e desenvolvendo suas percepções e primeiras interações sociais.

De acordo com Telma Abrahão, especialista em Neurociência Comportamental Infantil, existem alguns motivos que levam as crianças a mentirem mais. “É importante compreender porque isso acontece e buscar um relacionamento que gere confiança na criança, de modo que ela se sinta segura para dizer a verdade, independentemente do que aconteça”, afirmou ela.

“Precisamos entender que as crianças quando são pequenas não mentem por maldade, mas sim porque ainda misturam a realidade com imaginação ou por puro medo de falar a verdade”, explica Abrahão.

Segundo a especialista, se seus filhos forem menores de 6 anos, a maioria das causas das mentiras são: esquecimento do que houve de fato, imaginação ou medo de serem castigadas. Já, se forem maiores que 6 anos, na maioria das vezes as crianças mentem pelos mesmos motivos que os adultos: para evitar julgamento, punição ou constrangimento, para ajudar alguém a se sentir melhor, impressionar ou para evitar decepção dos pais.

“Quando os pais são muito autoritários e julgam com muita força essas atitudes, os episódios de mentira tendem a aumentar, pois gera tensão e a criança não se sente confortável para se abrir”, acrescenta a autora do Best Seller “Pais Que Evoluem”.

Para melhorar essa situação, Telma recomenda escutar o que a criança tem a dizer e, através de perguntas, buscar entender o que a levou a contar a mentira. “Como pais devemos ensinar hábitos positivos aos nossos filhos e criar um ambiente que incentive a abertura e que seja seguro para que a verdade seja dita. Conecte-se com empatia, isso gera muito mais confiança”, expõe a especialista.

“Quando enviamos aos nossos filhos a mensagem de que eles podem dizer a verdade, não importa o que aconteça, abrimos espaço para que a honestidade esteja presente no nosso lar”, finaliza Telma.

Deixe um comentário