Potinho cheio

Quando eu voltei à trabalhar o Pedrinho ficava com minha mãe. No inicio ele estranhou, chegava até a virar a cara pra mim como forma de protesto 🙁 E eu ficava arrasada…

Depois de um ano, ele foi para a escolinha e eu notava uma certa irritação e agressividade nele, que antes não havia.. Mais tarde, ele passou a morder os amiguinhos da turma. Nem precisa dizer que fiquei sem saber o que fazer!!

Segundo Steve Biddulph em seu livro ‘Criando Meninos’, ir muito cedo para a escola não é bom para os meninos. Se possível, o menino deve ficar em casa com um dos pais até os três anos. Muitos estudos já demonstraram que os meninos são mais propensos que as meninas a ficarem ansiosos por causa de separações e se abaterem com a sensação de terem sido abandonados, podendo desenvolver um comportamento irrequieto ou agressivo ainda no berçário. (Explicado)

Bom seria se eu pudesse ter ficado sem trabalhar até os três anos dele!! 🙁

Hoje, com 2 anos, ele não tem mais esse comportamento agressivo, mas ás vezes chega irritado. Por isso, eu fui atrás entender um pouco mais desse comportamento.

“Podemos imaginar que os filhos têm um potinho que precisa ser cheio com carinho e atenção dos pais diariamente. Quando esse potinho estiver vazio, ela vai ficar triste e buscar outra forma de obter a atenção dos pais”, diz a psicóloga Eliana de Barros Santos. Ela sugere que ao encontrar a criança, depois de um período separado, seja pelo trabalho ou por uma simples noite de sono, os pais se preocupem em encher o potinho com atenção verdadeira. “Você verá que a criança, satisfeita em sua necessidade, estará tranquila e somente voltará a requisitar sua atenção muito tempo depois, quando sentir seu potinho vazio. Em sua fome de atenção, ela precisa ser bem alimentada para se desenvolver saudável e tranquila. Lembrando sempre do potinho e cuidando dele, você vai perceber que agressividade, palavrão, birra, serão assuntos pouco lembrados em sua família”, diz a psicóloga.

Bom, eu sou super carinhosa , um grude! mas, percebi que realmente durante a semana quando chegamos em casa, vou primeiro ajeitar umas coisas para só depois brincar com o Pedrinho. Pois, inverti a ordem das coisas… Brinco com ele primeiro, encho ele de abraço e beijos, e percebi que após feito isso, o meu anjinho até brinca sozinho. Ou seja, o potinho dele ficou cheio!!! 🙂

Pois é, a correria das mamães de hoje, ás vezes impede de ficar o tempo todo com os filhinhos, mas, o importante é ficarmos atentas ao comportamento deles e ir atrás de soluções, porque assim, formamos uma família mais feliz!

Bjins e uma semana repleta de carinho!!

Deixe uma resposta