Respirando melhor

O clima está bem seco em SP. O que vocês têm feito para amenizar os sintomas respiratórios nos pequenos? Aqui em casa a inalação tem ajudado meu filhinho a respirar melhor! A orientação do pediatra dele é também espirrar nas narinas bastante Spray Nasal salsep, acompanhado de água pra tomar .

image

Quais os efeitos do ar seco nas vias respiratórias?

“As vias aéreas dependem de uma cobertura de muco, que exerce a função de filtrar o ar inspirado e também de umidificá-lo para que ele chegue aos pulmões. No tempo seco, esse muco fica mais espesso e acaba não exercendo muito bem essas funções”, explica Fabrízio Romano, otorrinolaringologista pediátrico do Hospital Infantil Sabará, de São Paulo. Para piorar, a baixa umidade facilita o aumento da concentração de poluentes no ar. “Isso causa irritação na garganta e nariz. A imunidade cai, piora os quadros de rinite e asma. Afinal, a poeira acompanhada de bactérias chega mais facilmente ao corpo da criança”, completa o otorrinolaringologista.

Nessas horas, o soro fisiológico é um grande aliado. A mãe pode pingá-lo diretamente no nariz da criança ou fazer inalações com o soro. “Dessa forma, mais fluidas se tornam a secreções produzidas pelo nosso organismo, e sua eliminação, mais fácil”, aconselha Bernardo Kiertsman, pneumologista infantil e chefe do serviço de pneumologia pediátrica da Santa Casa de São Paulo. Outra sugestão é evitar ambientes fechados demais ou com aglomerações, o que facilita o risco de contato com vírus e bactérias.

Pois é, temos que ficar tentas e por isso sempre faço a inalação com soro fisiológico nessas horas. Mas, como convencer o seu filho a fazer?

Aí vão algumas dicas que me ajudaram..

✔ Fazer com ele dormindo;
✔ Na hora da mamada, deixando bem perto do narizinho dele;
✔ Distraindo com a TV, assim ele muda o foco, rs;
✔ Quando maiorzinho, deixando-o segurar sozinho, sempre com a minha supervisão.

Fique atenta…

• Procure tranqüilizar a criança para não assustá-la.

• A criança deve estar sentada corretamente: mantendo as costas eretas e com a boca bem aberta.

• Não deixe a criança sozinha durante a inalação, pois assim será possível avaliar se a inalação está sendo feita de forma correta.

• Não coloque dentro do recipiente de medicamento do seu inalador nenhum tipo de produto pastoso, pois não será possível fazer a inalação além de danificar o seu inalador.

• Esterilize sempre os acessórios para inalação após o uso.

• Utilizar medicamento e a dosagem sempre com orientação médica.

• Nariz entupido deixa a criança irritada, estimule a criança a assoar o nariz várias vezes ao dia. Nos bebês, você pode usar um bulbo macio de borracha para aspirar a secreção espessa;

Outra coisa que ajuda, é ligar o chuveiro quente e deixar a criança no vapor do banheiro. O Pedrinho expectora bastante com essa tática! 😉

O umidificador auxilia, mas segundo o pediatra do Pedro, nada de deixar a noite toda. O correto é ligá-lo com antecedência de três a quatro horas, e desligá-lo ao deitar-se, mas quem tem o aparelho mais sofisticado, com o timer, pode programar esse mesmo tempo durante o sono, já que o aparelho desliga sozinho.

Agora é só seguir as dicas!!

Bjins e boa semana 🙂

Fonte: bebê.com.br , g1.globo.com

Deixe uma resposta