Separação dos pais: dicas de livros que irão te ajudar a lidar com o assunto

A separação nunca é a primeira opção de nenhum casal para resolver seus problemas, mas, quando acontece, os pais precisam saber como manter intacta a saúde emocional, física e espiritual de seus filhos.
Passar pelo divórcio dos pais pode ser uma experiência traumatizante para as crianças. Porém, quando os adultos conseguem colocar o bem-estar dos filhos acima de suas diferenças, é possível tornar essa fase tão difícil menos dolorosa para eles.

Entre muitas outras coisas, o que é importante saber:
• Como contar a seus filhos sobre a decisão de se separar
• Como evitar comportamentos que os façam sofrer
• Como lidar com o próprio estresse
• Como gerenciar o tempo que você passa com seus filhos
• Como fazer a guarda compartilhada funcionar da melhor forma possível

Se você estiver prestes a pisar nesse território desconhecido, estes livros poderão te ajudar.
Boa leitura…

‘Lá e Aqui’
A escritora Carolina Moreyra aborda com delicadeza um assunto difícil – a separação dos pais. Com o traço simples e característico de Odilon Moraes, imagem e texto se unem em ‘Lá e Aqui’ para contar que a separação, aos olhos de uma criança, pode ser vivida de uma maneira positiva, sem no entanto menosprezar o sofrimento inicial.

 

Ainda somos uma família
O livro expõe, de forma clara e concisa, as emoções e reações das crianças com as quais os pais devem aprender a lidar durante e após a separação. Além disso, revela os principais equívocos que os adultos cometem e dá valiosas dicas de como evitá-los. Com linguagem simples e exemplos reais, este livro prioriza o bom senso, levando aos leitores conselhos sensatos e práticos para que eles possam orientar seus filhos durante essa etapa delicada da vida.

 

FAMILIAS DE A A Z
Este livro trata de um assunto atual e importante: inclusão. Aqui temos família de todo tipo, todas formadas por pessoas que se amam e escolheram cuidar umas das outras. Afinal, não é isso que esperamos ver numa família – amor e proteção?

 

É Tudo Família!
Davi tem um três-quartos-de-pai que ele adora. Carla e Maurício têm duas mães e dois pais. Carolina está muito triste e não quer ter outra mãe. Paula ganha duas festas por ano: a de aniversário e a de dia da chegada. O pai de Maurício chama-o de pituquinho. Lucinha tem a voz igualzinha à da mãe. Porém, todos têm algo em comum: pertencem a uma família, e toda família é única!

 

Paulina
Criança aprende brincando. E vive ensinando. Paulina é assim. Colhe na cabeça e no coração a força para ser feliz. Neste álbum ilustrado, a autora usa uma combinação genial entre texto e imagem para retratar os conflitos sensíveis entre a criança e o mundo dos adultos. O livro fala sobre a separação dos pais pela ótica da criança.

 

Pais Separados : E Eu Como Fico ?
Pequenas ou grandes, com um ou dois pais, com ou sem sogros, irmãos, irmãs, meio-irmãos, meia-irmãs, as famílias de hoje existem de todos os tamanhos, tipos e credos. O modelo clássico – “um pai, uma mãe e seus filhos” – é submetido a uma dura prova.

 

A Separação
Na história, um menino pequeno percebe que algo está diferente entre os pais, e a autora descreve o desenrolar dos acontecimentos a partir do ponto de vista do pequeno protagonista. As sensações que a nova situação desencadeiam no menino aparecem com força, e aos poucos, as tensões, as brigas e a falta de comunicação do casal geram sentimentos negativos na criança, como insegurança, culpa e medo. É só quando a ruptura se materializa em um novo cenário familiar que tudo fica mais leve e confortável para todo mundo, e o livro chega ao fim com uma lição delicada sobre a aceitação daquilo que é melhor para a criança.

Deixe uma resposta