VEIA SAUDÁVEL OU COMPROMETIDA?

10527498_984882938267417_3991284500308472318_n

Desde quando eu tinha 14 anos tenho varizes, e na época, a minha mãe me levou a um especialista para saber se era uma veia comprometida ou não, mas você sabe o que isso significa? Recentemente tive muitas informações uteis sobre o assunto, quando a Medtronic reuniu  médicos renomados para esclarecer várias mamães, já que 70% das varizes aparecem na gestação e mais frequente na terceira gestação.

Muito mais que um desconforto estético, as varizes podem representar um grave problema de circulação. Com o nome técnico de Insuficiência Venosa Crônica (IVC), é uma doença progressiva, na qual as válvulas que levam o sangue para o coração e o músculo da panturrilha deixam de funcionar adequadamente, provocando acúmulo de sangue nas pernas e a dilatação das veias. Quando não tratada, pode provocar inchaço, cansaço e até complicações mais sérias como úlceras e sangramentos.

Uma das principais causas é a hereditariedade. Em segundo lugar, está a gravidez – razão pela qual a incidência da doença em mulheres é muito maior. Outras causas incluem o tabagismo, o excesso de peso, a permanência prolongada na posição de pé e atividades nas quais é necessário realizar grandes esforços, que prejudicam a circulação.

Perceber a existência das varizes não é difícil. Localmente, as veias ficam dilatadas e deformadas, tornando-se visíveis e de aspecto sinuoso. Manifestam-se, essencialmente, de duas formas: telangiectasias, mais conhecidas como vasinhos; e veias varicosas, mais conhecidas como varizes. Os sintomas também incluem sensação de peso nas pernas, inchaço, coceira e cãibras.

Eu nunca tratei as minhas porque não sinto dores frequentes, mas descobri com os especialistas que as varizes sempre evoluem e precisam ser tratadas o quanto antes.

Para tratar o problema de forma mais eficiente e minimamente invasiva, a Medtronic desenvolveu o ClosureFast®, procedimento que utiliza o calor da radiofrequência para realizar a ablação (cauterização) da veia afetada. Todo o processo é rigorosamente controlado por um gerador computadorizado, que ajusta os níveis de energia para alcançar um aquecimento constante da parede do vaso, dando ao médico a certeza de oclusão da veia e garantindo a segurança do paciente. Eu tive a oportunidade de conhecer e fiquei impressionada com a tecnologia.

“Além de reduzir o tempo de recuperação do paciente, que pode retomar sua rotina em poucos dias, o método possibilita o uso de anestesia local e resulta em mínimas ou nenhuma cicatriz”, destaca o Dr. Guilherme Peralta, cirurgião vascular e endovascular, diretor do CATV (Centro Avançado de Tratamento de Varizes), clínica especializada no tratamento de varizes.

“Em relação a outros tipos de cirurgia, a radiofrequência tem a vantagem de acarretar menos dor e hematomas no pós-operatório, além de ser realizada de forma minimamente invasiva com material totalmente descartável”, complementa o Dr. Eduardo Brigidio, cirurgião vascular e endovascular, coordenador da residência médica de Cirurgia Vascular do Conjunto Hospitalar do Mandaqui, em São Paulo.

Para ajudar na conscientização sobre os perigos da IVC e de não tratar as varizes, além de explicar mais um pouco sobre o procedimento e os benefícios da radiofrequência, a Medtronic lança o site Tratando Varizes (www.tratandovarizes.com.br). A página da internet conta com explicações detalhadas e fáceis de entender sobre o problema, seção de mitos e verdades, perguntas e respostas frequentes, além de indicação de especialistas no tratamento desse mal.

10325416_984882854934092_9090465830187738372_n

Vamos nos cuidar agora para ter veias saudáveis lá na velhice!

Beijinhos e uma ótima semana ..

6 comentários em “VEIA SAUDÁVEL OU COMPROMETIDA?

  1. Eu não tinha NADA de varizes. Com a gravidez apareceram muitas na coxa. Vou ter que arrumar um tempinho pra cuidar disso, procurar um especialista. Parabéns pelo post e pelos esclarecimentos

Deixe uma resposta