Volta às aulas: o que não pode faltar na lancheira das crianças?

Quem disse que lanche saudável não agrada a criançada? Com os estímulos certos, os pequenos comem de tudo e ainda se divertem, de acordo com nutricionista do HCor

As férias escolares estão acabando e vem a oportunidade para repensar a qualidade do lanche das crianças nas escolas. Alimentos geralmente vendidos nas cantinas, como: biscoitos salgados ou doces, refrigerantes, sucos de caixinha, salgadinhos fritos ou até mesmo aqueles assados não são ideais para as crianças. É preciso ter uma alimentação equilibrada, completa e variada. E os lanches preparados em casa são as melhores alternativas, pois são muito mais saudáveis. 

Com o fim das férias, muitos pais ficam na dúvida de como incluir alimentos saudáveis no lanche escolar dos filhos. Biscoitos, salgadinhos, doces, refrigerantes são itens comuns na alimentação das crianças, principalmente, nas refeições da escola. Esses alimentos, aparentemente inofensivos, escondem riscos à saúde dos pequenos. O consumo excessivo pode causar problemas graves, principalmente na ocorrência de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNT), como obesidade, diabetes, hipertensão e aumento do colesterol. 

Às vezes, na pressa, pode acontecer dos pais ou responsáveis orientarem a criança a comprar o lanche na hora do intervalo, na cantina da escola, e eles escolherem opções não muito saudáveis e indicadas. Com pequenas mudanças na rotina, é possível seguir uma alimentação equilibrada que refletirá na nutrição da criança e da família. 

“Oferecer uma alimentação saudável para os pequenos é sempre um grande desafio, especialmente diante de tantas opções de produtos disponíveis no supermercado e na própria cantina escolar. A dica é evitar a monotonia alimentar, variando o cardápio da lancheira semanalmente e considerar a idade da criança, pois cada faixa etária tem necessidades nutricionais e calóricas diferentes, possíveis alergias alimentares, intensidade e frequência das atividades físicas”, orienta a gerente de Nutrição do HCor, Rosana Perim. 

O que não pode faltar na lancheira? 

O importante é combinar os três grupos alimentares ao preparar o lanche das crianças, composto por alimentos construtores, reguladores e energéticos. 

Construtores: varie as opções de proteínas com leite, vitaminas, iogurte, queijos, ricota temperada, requeijão, cream cheese, patês caseiros; 

Reguladores: capriche nas frutas naturais, salada de frutas, legumes (tomatinho cereja, cenoura baby, milho cozido) e verduras; 

Energéticos: são os carboidratos. Prefira os pães, biscoitos integrais ou multigrãos, mini wraps e bolos (cenoura, maçã, banana, laranja, fubá e chocolate feito com cacau em pó). Não se esqueça de colocar na lancheira uma bebida para hidratar. Pode ser água de coco, chás, suco natural ou sucos de caixinhas integrais, livres de corantes, acidulantes, sódio e açúcar. Fique atento aos rótulos. 

Qual lancheira levar? 

As lancheiras térmicas são ótimas aliadas para aumentar as opções, já que permitem um melhor acondicionamento dos alimentos. “Use o papel alumínio para embalar lanches, frutas inteiras e bolos e potes de plástico para biscoitos, legumes e frutas picadas. Para armazenar e transportar as bebidas prefira as garrafas térmicas. Lembre-se de higienizar diariamente a lancheira com detergente ou pano úmido”, sugere a nutricionista do HCor. 

Envolva o seu filho no processo!

“Isso quer dizer levá-lo ao supermercado ou a feira para fazer as compras e chamá-lo para montar os lanches, para explicar os benefícios de cada alimento. Essas atitudes fazem com que, desde cedo, a criança aprenda a fazer escolhas alimentares saudáveis”, explica Rosana Perim. 

Dicas saudáveis para a lancheira da criançada: 

1ª opção: um potinho com salada de frutas, um pedaço de bolo caseiro (cenoura, fubá, laranja, cacau ou maçã) e um iogurte 

2ª opção: uma porção de fruta, uma unidade de mini wrap preparado com patê de cream cheese + cenoura + frango desfiado e alface, água de coco (pode ser de caixinha, mas leia o rótulo e procure por versões sem conservantes ou aromatizantes artificiais) 

3ª opção: uma porção de tomatinho cereja temperado com azeite e orégano, um sanduíche integral recheado com ricota temperada e um suco de frutas natural na garrafinha térmica. 

Deixe uma resposta